VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

TRABALHE NO ITAMARATY. Carreira diplomática, Carreiras de oficial e assistente de chancelaria, programa de estágio do Itamaraty

Quer seguir uma carreira diferente e interessante?
Que tal trabalhar para o Ministério das Relações Exteriores?
É estudar e ficar antenado nos concursos.

Carreira Diplomática
Diplomatas promovem os interesses brasileiros no plano internacional, fortalecendo os laços de...
cooperação do Brasil com seus parceiros externos, e prestam assistência aos brasileiros no exterior.
Ao longo de sua carreira, um diplomata poderá se ocupar de assuntos tão diversos como direitos humanos, temas sociais, meio ambiente, educação, energia, paz e segurança, promoção comercial, temas financeiros, cooperação para desenvolvimento, promoção da cultura brasileira, cooperação educacional, cerimonial e protocolo, dentre outros. Além de negociar em nome do Brasil com todos os 194 países com os quais mantemos relações, o diplomata também poderá representar o país nas diversas organizações internacionais das quais somos membros.
Dentre as atividades desenvolvidas por diplomatas estão:
  • representar o Brasil perante outros países e organizações internacionais;
  • reunir informações para contribuir à formulação da política externa brasileira,
  • participar de reuniões internacionais e, nelas, negociar em nome do Brasil;
  • promover o comércio exterior brasileiro e atrair turismo e investimentos;
  • promover a cultura e os valores do povo brasileiro;
  • prestar assistência consular aos compatriotas no exterior.
Ao desenvolver atividades consulares, o diplomata apoiará e orientará brasileiros estudantes, vítimas de desastres naturais, violência doméstica ou urbana, presos e desvalidos. Também lhe caberá lavrar atos notariais e organizar as eleições no exterior.
O ingresso na carreira diplomática se dá mediante concurso realizado pelo Instituto Rio Branco – órgão do Itamaraty encarregado da seleção, do treinamento e aperfeiçoamento de diplomatas. O Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata vem sendo realizado anualmente desde 1946.
O diplomata ingressa na carreira no cargo de Terceiro-Secretário. Com base em critérios objetivos e em merecimento, poderá ser promovido a Segundo-Secretário, Primeiro-Secretário, Conselheiro, Ministro de Segunda Classe e Ministro de Primeira Classe (Embaixador).

Carreiras de oficial e assistente de chancelaria

Oficiais de Chancelaria são servidores com formação superior e que prestam atividades de formulação, implementação e execução dos atos de análise técnica e gestão administrativa, necessários ao desenvolvimento da política externa brasileira. Assistentes de Chancelaria são servidores de nível médio que prestam apoio técnico e administrativo no Brasil e nas representações brasileiras no exterior.

O programa de estágio do Ministério das Relações Exteriores é voltado para estudantes de nível médio ou nível superior regularmente matriculados em instituições de ensino brasileiras, sendo regido pela Lei nº 11.788 e pelas Portarias nº 313 e 467, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Programa de estágio no Itamaraty
Como participar? 
Os interessados devem enviar currículo para estagio@itamaraty.gov.br. Todos os currículos recebidos permanecem arquivados por seis meses e, nesse período, são encaminhados conforme demanda para análise pelas unidades do Ministério com processos seletivos abertos, de acordo com a compatibilidade entre o perfil desejado para a vaga e aquele informado pelo estudante.
Qual a carga horária? 
São turnos de quatro ou seis horas diárias (20 ou 30 horas semanais), de acordo com a disponibilidade na unidade. Os valores das bolsas de estágio foram estabelecidos por meio da Orientação Normativa nº 7/2008 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.
Qual o horário de estágio? 
O horário padrão de expediente no Itamaraty é entre 9h e 19h, mas há unidades cujos horários de funcionamento são diversos. A carga horária do estagiário será distribuída no horário de funcionamento da unidade em que atuar e será sempre compatível com o horário escolar.
Qual a duração do estágio? 
O prazo mínimo de contratação é de seis meses e o prazo máximo de permanência no órgão é limitado a quatro semestres.
Estudantes de pós-graduação podem estagiar no Itamaraty? 
Não, o programa é específico para estudantes de nível médio ou superior.
Estudantes de universidades estrangeiras podem estagiar no Itamaraty? 
Não, o programa é específico para estudantes matriculados em instituições de ensino brasileiras.
Estudantes estrangeiros podem estagiar no Itamaraty? 
Sim, desde que devidamente matriculados em instituições de ensino brasileiras.
Como funcionam os processos seletivos? 
As áreas interessadas convidam diretamente os candidatos para entrevistas. Caso o estudante seja selecionado, o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) entrará em contato com o estudante para providenciar o Termo de Compromisso de Estágio.
Já fui estagiário do Itamaraty, posso estagiar novamente?
Sim, desde que não tenha sido atingido o limite máximo de dois anos no programa.
Fonte: Itamaraty
Postar um comentário

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
Quanto vale o prazer de viver?

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog